DE ESQUECIDO A INESQUECÍVEL

Um lugar abandonado, redescoberto para se transformar no espaço multicultural mais inesperado da cidade.

_Agenda

Mirante 9 de Julho anuncia programação do mês de abril

mais…

Agenda

Categorias

Período

Eventos

Show

Mirante 9 de Julho anuncia programação do mês de abril

O “18h30 no Mirante” trará quatro diferentes bandas do cenário alternativo para o espaço

Para rechear as atrações diárias do “18h30 no Mirante”, que ocorre de terça a sexta, às 18h30, o espaço multicultural oferece ao público quatro diferentes atrações do cenário independente, que trarão ao Mirante 9 de Julho shows gratuitos de jazz, folk, blues e música latina.

Para abrir a programação, na terça-feira, dia 2, a banda O Bardo e o Banjo traz uma seleção de folk rock com influência do bluegrass, um estilo musical do Sul dos Estados Unidos, também conhecido como uma vertente da música caipira Norte-Americana.
Às quartas-feiras, quem se apresenta é o grupo Caio Chiarini e a Contrabanda, formado pelos músicos Caio Chiarini (guitarra e violão), Alisson Amador (vibrafone), Victor Gagete (contrabaixo) e Arnaldo Nardo (bateria). A banda trará seu repertório autoral, com influências da música instrumental brasileira e o jazz.

Já nas tardes de quinta-feira, o Mirante 9 de Julho receberá o Monoclub, banda sobrevivente da cena autoral independente brasileira e que trabalha com performances de rua por onde passa. Com um estilo definido como “folk à brasileira”, a banda traz na bagagem muitas experiências com a música latina, adquiridas em turnê pela América do Sul. Sua música une a base da sonoridade das raízes norte-americanas como o folk e o bluegrass, utilizando tambores latinos e linhas que dialogam com o samba.

E, para completar a programação do mês, às sextas-feiras serão embaladas pelas canções de Eder Martins Delta Blues, que interpretará músicos expoentes das nascentes do blues, entre os anos 1920 e 1950, a fim de resgatar a história da origem desse gênero, que é, também, a sua própria origem como artista negro.

O projeto 18h30 no Mirante tem curadoria da agência Storymakers e acontece de terça a sexta-feira, a partir das 18h30, no Mirante 9 de Julho. A iniciativa dispõe o palco do espaço para músicos independentes para animar o fim de tarde da cidade, oferecendo um refúgio aos paulistas que desejam fugir do horário de pico. O Mirante 9 de Julho fica atrás do MASP, na Av. Paulista.

Mirante 9 de Julho recebe exposição Arte Vidalazer – Reimaginando o Existir

A partir de 28 de abril, o Mirante 9 de Julho recebe a exposição Arte Vidalazer – Reimaginando o Existir, do artista Bukuritós Aruanda. A mostra traz diversas pinturas a óleo e ações interativas, como o projeto itinerante Retire um Folheto, que disponibilizará 490 obras originais para que o público possa retirar no espaço.

Até o dia 16 de junho, todos os frequentadores do Mirante terão acesso gratuito às obras, que retratam o universo de personagens contemplativos em meio ao caos das grandes cidades, tema que o artista Bukuritós Aruanda tem explorado em discussões e provocações pelo Brasil e Europa.
Para marcar a abertura da exposição, no domingo, 28 de abril, das 13h às 15h, o artista comandará a “Vestigia Pedis”, uma performance-ritual que oferecerá ao público um lava-pés preparado com ervas e corantes especiais, que formarão uma pintura com todas as pegadas que passarem pelo ritual. A atividade será gratuita e aberta a todos.
 
Serviço:
Arte Vidalazer – Reimaginando o Existir
Quando: 28 de abril a 16 de junho
Horário: terça a domingo, das 10h às 22h
Onde:  Mirante 9 de Julho – Rua Carlos Comenale, s/n – Bela Vista – São Paulo/SP
Entrada gratuita
 
Sobre Bukuritós Aruanda
Bukuritós Aruanda é um artista multimeios, que vive e trabalha na zona rural de São Paulo, na cidade de Cotia. Formado pela Unicamp, Integrante fundador com Kabila Aruanda e Renato Bolelli do coletivo Usina da Alegria Planetaria – UAP – Ateliê coletivo e residência artística na zona rural.
O artista já participou de exposições coletivas e individuais no Brasil e exterior, sendo o vencedor do Prêmio Arthur Bispo do Rosário. 

Mirante 9 de Julho sedia lançamento do livro “[10] Coisas que eu odeio em você”, de Diedra Roiz e Karina Dias

No dia 27 de abril, a partir das 19h, o Mirante 9 de Julho recebe as escritoras Diedra Roiz e Karina Dias para o lançamento do livro “[10] Coisas que eu odeio em você”. A dupla receberá o público para uma noite de autógrafos e um bate-papo descontraído sobre a obra.

“[10] Coisas que eu odeio em você” é uma comédia romântica LGBTI+ escrita inicialmente para a internet, em 2009, e reeditada após dez anos pela editora Vira Letra.

Sobre a obra

Uma chefe linha dura e uma assistente ousada, essa é a fórmula que dá o tom na comédia romântica escrita por Diedra Roiz e Karina Dias. Tudo começa quando Alisson e Pamela descobrem que foram traídas dentro de uma boate no Rio de Janeiro. Depois de uma madrugada regada a boa conversa e bebida na Lagoa Rodrigo de Freitas, as mulheres imaginaram que aquele havia sido o primeiro e o último encontro. No entanto, o destino resolve uni-las novamente e o reencontro inesperado mudará suas vidas para sempre.

Pamela, a chefe mais temida e sedutora da comunicação brasileira, desenha um cenário de guerra com Alisson, recém-contratada, que em nada lembra os funcionários amedrontados e submissos da revista “Gente Chique”.

A trama recheada de sensualidade, intrigas, reviravoltas e humor é a mistura perfeita para quem quer se deliciar com a leitura de uma das melhores histórias da literatura lésbica da atualidade.

O Passado

Desde sua inauguração, em 1938, o Túnel da Avenida 9 de Julho guarda um segredo. O que era pra ser um mirante, um salão, um observatório, acabou não sendo nada durante 76 anos. Um espaço que de tão privilegiado ficou vazio a vida inteira.

Presente

O Mirante renasce como um espaço multicultural, restaurante e café aberto ao público gratuitamente. Um espaço onde diferentes iniciativas podem dialogar: arte urbana, projetos musicais, exibições de filmes ao ar livre e feiras independentes. Um lugar que celebra um novo momento de resgate da cidade e ocupação dos espaços públicos.

O que é o Mirante

Música

Projeto 18h30 traz mais música para os frequentadores do Mirante 9 de Julho. Todos os dias, de terça a domingo, a partir do horário que dá nome ao projeto, uma atração diferente. O objetivo é oferecer música boa e gratuita, em suas diversas possibilidades. As apresentações, que poderiam acontecer num grande palco, se encaixam perfeitamente nas escadarias do Mirante.

Centro Cultural

Centro Cultural é a definição que encontramos para juntar tudo o que o Mirante quer ser. O Mirante é aberto e é para todos. É popular mas nem sempre é mainstream. É praça para encontrar, mesa para trabalhar, tela para assistir, comida pra experimentar, festa para celebrar. Um centro no centro de tudo.

Co-working

Durante o dia, o Mirante é aberto como ponto de encontro para trabalho, reuniões, palestras. Um co-working sem taxa e sem frescura, um espaço pra quem precisa de um espaço no dia: mesa, internet, café e só.

Cinema

A tela é em espaço aberto. As poltronas são a escadaria. Cinema improvável como a cidade, que passa tudo menos o que já está passando por aí. Mistura estilos e programações temáticas que envolvem música e artes, para as crianças, os pais, os jovens, os modernos e quem tiver passando pela rua.

Galeria

O Mirante é mais ou menos do que uma galeria? Nem importa. Um espaço transitório para expor sem necessariamente pregar quadros. Arte imaterial, que não é bidimensional nem tradicional. Arte para projetar, para intervir, para performar, integrar os espaços e provocar o público.

Suplicy Cafés Especiais

Para o Mirante, o Suplicy traz além de seus 6 blends tradicionais de café, mais duas novidades. A primeira, um blend exclusivo para nossos frequentadores com aroma de chocolate e laranja, corpo aveludado, doçura alta que lembra caramelo, acidez cítrica de laranja e finalização que lembra marmelada. A outra é o “café do visitante” onde sempre convidam um barista diferente para trazer sua escolha. E ainda tem o café coado, com direito a refil livre. Este sempre ficará à disposição do cliente em garrafa térmica de auto serviço. Para este coado, o blend é o Torra Média e o cliente paga R$ 5.