Posted on

Economia do Brasil após a pandemia

Antes da pandemia a economia brasileira já não ia muito bem e com a pandemia e suas consequências ela só fez piorar. A necessidade do isolamento social e uma quarentena mais rigorosa para conter a transmissão do vírus, que é bastante rápida, fez com que muitos negócios saíssem muito prejudicados com suas vendas reduzidas. O prejuízo foi tanto que as vendas caíram mais que a metade, algumas empresas tiveram que cortar alguns funcionários por não conseguir mantê-los e outras tiveram que decretar falência e fechar suas portas.

Todas essas consequências apenas acentuam a curva de desemprego que o país vem passando e fizeram com que a economia brasileira piorasse ainda mais. Diante disso muitos brasileiros começaram a passar por necessidade e a depender da ajuda do Governo Federal para se manter financeiramente nessa situação. Como resposta o Governo começou a oferecer a um determinado grupo de pessoas o auxílio emergencial que tem como objetivo prestar ajuda a população que ficou vulnerável nessa pandemia.

Mesmo com o auxílio emergencial para reerguer a economia a situação não anda fácil para os brasileiros. Os preços só crescem e fica cada vez mais difícil viver nessa situação. Alimentos, gás, conta de luz, combustível e entre outras coisas só fazem ficar mais caro e a situação insustentável, principalmente para a parcela da população mais humilde.

Ainda não se sabe muito a respeito sobre como ficará a economia do Brasil após a pandemia, mas já se espera que vá passar por grandes obstáculos para se reerguer. Toda essa crise financeira escancara a desigualdade social presente no país e faz com que a melhora seja ainda mais lenta devido a instabilidade política que vem passando.

A situação sanitária alcançou o Brasil em um momento não muito bom e fez com que a economia fraquejasse mais ainda. Ela também foi responsável por abrir os olhos de muitas pessoas a respeito sobre o papel do estado e das políticas sociais para as pessoas mais vulneráveis.

Muitas pessoas diante dessa situação vem buscando maneiras para se virar e conseguir assim se manter e manter a sua família, mesmo diante de todas as dificuldades. O aumento de microempreendedores vem sustentando um pouco a economia já que esses empreendedores vêm conseguindo crescer consideravelmente e ainda contratar funcionários para ajudá-los, caso contrário a situação e o número de pessoas necessitadas seria muito maior do que está.

Por fim, não se sabe ao certo como a economia brasileira vai reagir após a pandemia, esperasse que ela melhore, mas economistas já avisam que vai ser um caminho longo e difícil para isso.