DE ESQUECIDO A INESQUECÍVEL

Um lugar abandonado, redescoberto para se transformar no espaço multicultural mais inesperado da cidade.

_Agenda

SÉTIMA EDIÇÃO DO PROJETO 18H30

mais…

Agenda

Categorias

Período

Eventos

Show

SÉTIMA EDIÇÃO DO PROJETO 18H30

Shows semanais promovendo o entretenimento gratuito e a oportunidade de um cachê fixo para artistas que tocam nas ruas da cidade: esta é a fórmula de sucesso do Projeto 18h30 do Mirante 9 de Julho, que chega a sua 7ª Edição, e tem curadoria da Storymakers.

A programação de maio promete agitar os finais de tarde durante todo o mês. As terças-feiras serão comandadas por Mescalines Duo, banda com influências musicais vindas do sul dos Estados Unidos, trazendo bastante blues e música psicodélica. Para as quartas-feiras, Quiero ser una chica Almodóvar, traz um som inspirado na vida e obra do cineasta Pedro Almodóvar em apresentações com textos e projeções audiovisuais. O agito das quintas-feiras, será por conta da banda Coronel Pacheco, um quarteto com repertório em que mistura rock com ritmos tropicais. Já em clima de final de semana, Gabriel Oliveira promete animar as tardes de sextas-feiras em apresentações solo com um mix de influências de música brasileira, soul music, funk, ritmos africanos e músicas dos anos 70 em composições autorais.

 

Terças-feiras (1, 8, 15, 22, 29) – Mescalines DUO

Do Rio Grande do Sul foi gerada a guitarra sem amarras de Rubens Vinícius e da Bahia, a bateria sincopada de Mariô Onofre. Em São Paulo os talentos se encontraram e no Sul dos Estados Unidos o duo Mescalines foram buscar a inspiração. O já intrincado mapa viajou pelo cosmos e ganhou destino no Norte da África. Há algo de mântrico e de primitivo que soa como refresco no cenário atual de superproduções do mainstream e refrões tediosos calculados para grudar no córtex cerebral. A música volta a ser o centro, por mais que isso possa soar redundante!

 

Saiba mais em:

Mescalines (Álbum Completo)

https://www.youtube.com/watch?v=JqgGv-lTi2w

 

FB:https://www.facebook.com/mescalinesduo/

Insta: Instagram.com/mescalinesduo/

Bandcamp: https://mescalines.bandcamp.com/releases

 

Quartas-feiras (2, 9, 16, 23, 30) – Quiero ser una chica Almodóvar

A loucura, o desejo e as variadas representações do universo feminino do cineasta espanhol Pedro Almodóvar são capazes tanto de perturbar e confundir, quanto trazer empatia e identificação ao espectador.  O show “Quiero Ser Una Chica Almodóvar” traz ao palco essa atmosfera almodovariana em cores, poesia, textos e sons. Imersos no mundo de Almodóvar, o trio formado por Wylmar Santos, Myrko Yamanouth e Rodrigo Schiavon cria novas interpretações das canções dos filmes e do universo inspirador do cineasta. Acompanhados da performer Ciça Coutinho, os músicos abusam das cordas e da voz para compor esse show que mescla som, imagem e performance. Os vídeos, as interpretações e as melodias transportam o público à orbe inquietante de Almodóvar, marcada por representações de travestis, homossexuais, tipos andrógenos, mulheres e seus desejos. Essa “transvessia” de gênero, cores, imagens e som parte de criações originais realizadas pelo grupo.

 

Saiba mais em:

http://quieroserunachicaalmodovar.com/

 

Quintas-feiras (3, 10, 17, 24, 31) – Banda Coronel Pacheco

O grupo começou como um trio em 2010, com Bruno Brandão (bateria e voz), Rodrigo Passeira (baixo) e Eduardo Barreto (guitarra e voz). Só dois anos depois se juntaram à Luiz Hygino, que passou a integrar a banda na guitarra de voz. Em 2014 lançaram o primeiro EP, Não Parece Tão Legal Agora e dois anos mais chegou o disco de estreia, Petit Comité. A banda se apresenta dizendo que é rock, mas bem que poderia ser trilha sonora da novela “Mulheres de Areia”. Com o repertório embasado no álbum de estreia, a sonoridade do conjunto mistura rock com ritmos tropicais, em referências que terminam no Brasil, mas passam por outros ritmos sul- americanos. O grupo acaba de lançar o clipe de “Fast Fashion” que em parceria com o coletivo de dança Baillistas explora as vertentes e desejos da banda, convidando o público para dançar agarradinho

 

Saiba mais em:

Site Oficial: http://www.coronelpacheco.com/

Facebook: https://www.facebook.com/CoronelPacheco/

Instagram: https://www.instagram.com/coronelpacheco/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCCuvfeNQgVp8F5Gt5mWiGvQ

 

Sextas-feiras (4,11,18, 25) – Gabriel Oliveira 

Gabriel Oliveira, nascido em São Paulo, 1988, é intérprete, compositor, multi-instrumentista e produtor. Foi flautista e guitarrista das bandas Saunoflex e Simacontradita no final dos anos 2000 e figurou participações em álbuns, shows e composições de artistas como Claudya, Georgia Brown, Grooveria, Graziela Medori, Rafael Cardona, Zé Leônidas, Nina Oliveira, Familia Gangsters, Banda do Canil, Bloco de Pífanos de São Paulo, Beto Larubia, entre outros. Em 2010 partiu para Londres e teve a oportunidade de se apresentar no circuito de música independente da capital britânica além de ter produzido algumas faixas solo e em grupo enquanto estudava engenharia de áudio e produção musical. De volta ao Brasil, o artista se divide entre a carreira solo e os projetos Garoa Fina (desde 2008) e Música ao Cubo³, demonstrando toda a sua polivalência gravando todos os instrumentos em formato audiovisual em 52 composições próprias, lançadas todas as semanas entre abril de 2016 e abril de 2017. Trazendo consigo influências da diversa música brasileira, da soul music, do funk, dos ritmos africanos e da música dos anos 70, somados à desenvoltura e irreverência no palco, Gabriel traz ao público um momento de catártico de alegria e celebração através da música. Além dos projetos em andamento e seu trabalho autoral ao vivo acompanhado de um primoroso time de músicos, Gabriel tem um EP lançado com músicas compostas para o projeto Música ao Cubo³ disponível em todas as plataformas digitais, figura na coletânea Garimpo do site Brasileiríssimos, participou de vídeos dos canais Casinha 68 Sessions e Peixe Barrigudo apresentando seu trabalho autoral e prepara novos lançamentos para 2018. Já se apresentou em casas como Copas, Que Tal, Chaleria, Secretino e Jai Club, todas em São Paulo.

 

Exposição

Exposição marca abertura do Mês da Diversidade

O Mirante 9 de Julho apresenta até o dia 4 de junho a exposição Pink Bananas, projeto que reúne imagens de dez drag queens em um ensaio fotográfico idealizado por Léo Fagherazzi em parceria com a produtora Eloá Aguado. A entrada é gratuita.

A produção da exposição, assim como a curadoria dos artistas que apresentam suas obras no Mirante são da Storymakers.

Foram fotografadas para a exposição as drags Alma Negrot, Divina Raio-Laser, Halessia Rockefeller, Hidra VonCarter, Kira Lyon, LaMona Divine, Musa VonCarter, Penelopy Jean, Shady Jordan e Yui Kenzo.

A mostra reforça a exuberância e pluralidade das drags e levanta a questão do respeito e tolerância diante de um cenário social tão opressivo para as minorias. Para compor as fotos, os idealizadores apostaram na natureza contraposta com elementos áridos, justamente pra criar esse link entre a realidade que enfrentamos hoje em dia – repleta de um conservadorismo alienado sem nenhuma base cultural e artística – e a figura histórica das drags com sua estética transgressora.

 

 

 

Bate-papo + Oficina + Show

do bem™, marca de bebidas carioca, chega à São Paulo com aulas gratuitas de yoga e ginástica funcional

Os quatro finais de semana entre 19 de maio e 10 de junho prometem muita saúde, bem estar e diversão no Mirante 9 de Julho. Pela primeira vez, o projeto Quintal do bem™, oferecido pela marca de bebidas do bem™, aterrisa em São Paulo!

Aos sábados, haverá aula de yoga em dois turnos: das 9h às 10h e das 10h30 às 11h30 da manhã; aos domingos, as aulas serão de ginástica funcional, das 9h às 10h e, logo em seguida, haverá um treinão de corrida na Av. Paulista!

Para as atividades em São Paulo, os professores foram escolhidos a dedo por meio da dedicada curadoria do Mirante, assinada pela agência Storymakers. Além de especialistas, os professores são influencers digitais e reconhecidos em suas áreas de atuação. Enquanto isso, para divertir e energizar os treinos, a música será operada por dançantes discos de vinil, sob responsabilidade da Bike Vinil 011.

Participar do Quintal do bem™ é muito fácil, basta chegar com 30 minutos de antecedência no Mirante. Aulas tem vagas limitadas por ordem de chegada, mediante distribuição de senhas.

Além disso, uma programação dedicada à qualidade de vida, saúde e bem estar, em sinergia com as atividades propostas pela do bem™, será oferecida. Confiram abaixo a programação:

 

  • 19/05, sábado – Yoga com Rafael Verçosa @RAFAVERCOSA.MBT
  • Talk sobre Minimalismo Consciente com André Buiat às 14h

 

  • 20/5, domingo – Treino Funcional e corrida em parceria com adidas Runners com Fábio Jobim @FABIOJOBIM.MBT
  • Talk sobre Slow Living com Marcela Rodrigues do site A Naturalíssima, participação de Chirles Oliveira às 14h

 

  • 26/05, sábado – Yoga com Viviane Duarte @VIVI_IOGA
  • Talk sobre Ferramentas para quem quer ou precisa se reinventar: Atitude, Autoimagem, Dinheiro, com Carol Guedes e participação de Natalia Peric e Ana Munhoz

 

  • 27/05, domingo – Treino Funcional e corrida em parceria com adidas Runners com Cecilía Repetto @CECILIA_REPETTO
  • Talk com Aulus Sellmer sobre Longevidade: como viver mais e melhor às 14h

 

  • 02/06, sábado – Yoga com Marian Heeren @MARIANIOGA.MBT

 

  • 03/06, domingo – Treino Funcional e corrida em parceria com adidas Runners com Murilo Mascarenhas @MURILO.MASCARENHAS

 

  • 09/06, sábado – Yoga com Bruna Paludetti @BRUNAPALUDETTI.MBT
  • Talk com Liv Gitahy sobre Mindfullness: alimentação consciente, com participação de Paulinha Oliveira às 14h

 

  • 10/06, domingo – Treino Funcional e corrida em parceria com adidas Runners com Fernando Guerreiro @GUERREIRO.LIFESTYLE
  • Show de jazz manouche com Giu Nogueira + Tigres Tristes às 16h

 

 

O Passado

Desde sua inauguração, em 1938, o Túnel da Avenida 9 de Julho guarda um segredo. O que era pra ser um mirante, um salão, um observatório, acabou não sendo nada durante 76 anos. Um espaço que de tão privilegiado ficou vazio a vida inteira.

Presente

O Mirante renasce como um espaço multicultural, restaurante e café aberto ao público gratuitamente. Um espaço onde diferentes iniciativas podem dialogar: arte urbana, projetos musicais, exibições de filmes ao ar livre e feiras independentes. Um lugar que celebra um novo momento de resgate da cidade e ocupação dos espaços públicos.

O que é o Mirante

Música

Patrocinado pela Skol, o Projeto 18h30 traz mais música para os frequentadores do Mirante 9 de Julho. Todos os dias, de terça a domingo, teremos a partir do horário que dá nome ao projeto, uma atração diferente. O objetivo é oferecer música boa e gratuita, em suas diversas possibilidades. As apresentações, que poderiam acontecer num grande palco, se encaixam perfeitamente nas escadarias do Mirante.
Considerado um presente para a cidade de São Paulo, o espaço foi revivido e devolvido aos paulistanos para ser ocupado por todos e oferece além de uma vista inesquecível, gastronomia e café a preços acessíveis. Por isso, nada mais democrático do que convidar músicos e artistas de rua para compor a programação.

Centro Cultural

Centro Cultural é a definição que encontramos para juntar tudo o que o Mirante quer ser. O Mirante é aberto e é para todos. É popular mas nem sempre é mainstream. É praça para encontrar, mesa para trabalhar, tela para assistir, comida pra experimentar, festa para celebrar. Um centro no centro de tudo.

Horário de funcionamento:
Espaço cultural: 10 às 22h – terça à domingo (e feriados)
Suplicy Cafés Especiais: 10h às 22h – terça à domingo (e feriados)
Bar: somente em dias de programação musical/festas/cinema
Contato: Acesse nossa página do Facebook

Co-working

Durante o dia, o Mirante é aberto como ponto de encontro para trabalho, reuniões, palestras. Um co-working sem taxa e sem frescura, um espaço pra quem precisa de um espaço no dia: mesa, internet, café e só.

Cinema

A tela é em espaço aberto. As poltronas são a escadaria. Cinema improvável como a cidade, que passa tudo menos o que já está passando por aí. Mistura estilos e programações temáticas que envolvem música e artes, para as crianças, os pais, os jovens, os modernos e quem tiver passando pela rua.

Galeria

O Mirante é mais ou menos do que uma galeria? Nem importa. Um espaço transitório para expor sem necessariamente pregar quadros. Arte imaterial, que não é bidimensional nem tradicional. Arte para projetar, para intervir, para performar, integrar os espaços e provocar o público.

Suplicy Cafés Especiais

Para o Mirante, o Suplicy traz além de seus 6 blends tradicionais de café, mais duas novidades. A primeira, um blend exclusivo para nossos frequentadores com aroma de chocolate e laranja, corpo aveludado, doçura alta que lembra caramelo, acidez cítrica de laranja e finalização que lembra marmelada. A outra novidade é o “café do visitante” onde sempre convidam um barista diferente para trazer sua escolha. E terá também o café coado, com direito a refil livre. Este sempre ficará à disposição do cliente em garrafa térmica de auto serviço. Para este coado, o blend é o Torra Média e o cliente paga R$ 5.

Horário de funcionamento:
10h às 22h – terça à domingo (e feriados)